Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006

Escolhas e escolhas da vida

Ai esta sensação fria de ser sempre diferente. Esta vontade de ser e de não ser, de estar e de não estar. E os outros que não percebem. A sensação de ser uma perda de tempo... De falar para as paredes, de discursar em vão. A minha linguagem não encontra eco neste mundo. Nasci antes do tempo e fora do espaço... E se o espaço é mutável (aliás, e se eu sou mutável no espaço), o mesmo não posso dizer quanto ao tempo.
Funciono a mil à hora. E poucos, muito poucos, são aqueles que podem acompanhar-me. Daí esta sensação fria de seguir só, um caminho, sem destino certo, feito de opções a cada cruzamento da vida...
Sou assim. Já me habituei. Mas dói sempre. Em cada encontro e em cada desencontro dói mais. A ponto de já ter medo dos encontros por pânico dos desencontros.
Sou pedra preciosa a quem chamam calhau - porque os olhos do corpo não chegam para ver o essencial.
Sou eu. És tu. E tu. E tu. Uma multiplicidade de gentes e eu perdido e só.
Sonhos sempre desfeitos em pedaços - por culpa minha. Ou por escolha minha. Mas por mim - isso é certo. Nada a ver com os outro
Interrogo-me ainda e sempre se teria podido ser diferente. Se eu não tivesse vindo ou se tu tivesses vindo. Se eu tivesse voltado. Se tivéssemos casado. Se tivéssemos tido filhos... Uma miríade de "ses" para os quais não há certezas.
Preciso de ti. Mas preciso de mais. No entanto, sei que nunca ninguém me amou tanto como tu me amaste e nunca ninguém irá amar-me assim. E serei eu capaz de voltar a amar da mesma forma? Não sei. Mas tenho dúvidas.
Com o passar do tempo, vem-me esta sensação biológica de urgência e a noção de que me arrisco a convencer-me de que amo sem contudo amar.
A vida começa a parecer-me um jogo de faz-de-conta - e eu não gosto de jogar!
Restam-me as minhas neuroses, as minhas angústias, a minha criatividade - e pouco mais.
Faltas-me tu e falta-me também aquilo que não soubeste dar-me.
Acima de tudo, creio que me falta a coragem de assumir que me faltará sempre algo e que tenho de optar entre uma falta e outra!

(Este texto foi publicado por mim no dia 20/11/2005, mas é assim que eu hoje me sinto)


publicado por fartodotrabalho às 09:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 29 de Janeiro de 2006

Tarot

Eu acredito muito nas cartas (Tarot) e hoje lancei as cartas para mim....Vejam só a Carta que me saiu

OS AMANTES

O período é de dúvidas e indecisão e a necessidade de fazer escolhas se apresenta a você neste momento, portanto não se atormente nem fique parado(a), siga o seu coração.

Para melhor lidar com a situação Os Amantes pede:
:. Desenvolvimento, amor, beleza, simplicidade.

Evite:
:. Indecisão, infantilidade, inconsequência, preguiça.

Cada vez mais acredito mais no Tarot


publicado por fartodotrabalho às 22:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006

Saudades tuas? Talvez...

Image Hosted by ImageShack.us

Foto ???????

Liguei-te…

Admito ter saudades tuas… Quatro anos passados é mesmo muito tempo… mas eu ainda não te esqueci. Cada vez que procuro uma saída acabo sem querer a entrar novamente na tua vida…

Eu sei que contigo fui um bocado “Filho da Puta”, hoje arrependo-me de tudo o que te fiz… Será que não há maneira de voltar atrás? Acho que não… Tu hoje estás….bem…e eu?

Sei que tive todas as oportunidades e mais algumas, e sei que hoje poderias estar ao meu lado, mas eu na altura não passava daquilo que tu dizias que eu era “puto mimado, inconsequente com a mania que era Playboy”

Hoje o “puto mimado, inconsequente com a mania que era Playboy” diz-te que hoje tem a consciência do que sentia por ti, do que te poderia dar…

Desculpa-me mas na altura, tu querias mais do que eu te poderia dar…por isso tomei a atitude de te deixar ir…Hoje arrependo-me? Talvez… e vou seguir a lição de vida que tu me ensinas-te “Vou tentar ser feliz com o que tenho”…vou usar uma frase que eu sei que te irrita profundamente mas é a verdade é aquilo que eu sinto “Pensava eu que não tinha saudades de ninguém e agora morro de saudades tuas”…


publicado por fartodotrabalho às 08:58
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2006

Don't you wish your girlfriend was hot like me!!!

Free Image Hosting at www.ImageShack.us



Foto - Carmen Electra - Pussy cat dolls

Vinha de Ovar para Aveiro hoje de manhã a ouvir uma das Rádios da Moda e tocou as “Pussy Cat Dolls” Dont Cha



A Letra é mais ou menos assim



…

Don't you wish your girlfriend was hot like me

Don't you wish your girlfriend was a freak like me

…

Fight the feeling (fight the feeling)

Leave it alone (leave it alone)

Cause if it ain't love it just ain't enough

To leave a happy home (oh, oh)

Let's keep it friendly (let's keep it friendly)

You have to play fair (you have to play fair, yeah)

See, I don't care

But I know she ain't gon' wanna share (oh, oh)

…

See, I know she loves you (I know she loves you)

I understand (I understand)

I'd probably be just as crazy about you

If you were my own man

Maybe next lifetime (maybe next lifetime)

Possibly (possibly)

Until then, oh friend you're secret is

Safe with me



Anda um gajo a tentar a monogamia, e vêm estas “gajonas” a dizer que não se importam da poligamia…Mas acreditem é mesmo complicado um saber dizer NÃO

publicado por fartodotrabalho às 10:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2006

Quem sou eu?

Quem sou eu? Eu sou um homem quase 30 anos que acredita no amor.
Esta é a maior de todas as respostas. A que conta mais. A que será sempre verdade, mudando apenas os anos que eu tiver.
O Amor será sempre profundo, imenso, Todo.

Mas existem mais respostas, e há já uns meses, foi a conversar contigo (conversar aqui) que aclarei muitas coisas na minha vida. Faz-me bem falar Contigo. Não há no mundo ninguém que me compreenda da forma como tu compreendes. É claro que não és adulto e, portanto, as minhas complicações de adulto, ainda que não te passem ao lado, não são por ti completamente compreendidas. Mas, repito, não há ninguém no mundo que me compreenda como tu.

Eu sou um homem de quase 30 anos que tem uma forma peculiar de ver as coisas, de ver a vida. Boa ou má, madura ou imatura, estável ou instável, a realidade é que eu não sou uma pessoa comum, eu sou uma pessoa que vê as coisas de uma forma diferente, que as interpreta de uma forma diferente, e que num certo sentido se sente perdido no mundo que o rodeia, precisamente porque aquilo que o mundo tem para lhe oferecer eu não quero, e aquilo que eu quero, o mundo não tem para me oferecer.

Não é fácil ser concreto em relação a isto, mas o que te posso dizer, é que existe entre mim e o mundo um desfasamento que, com a idade, se vai tornando mais e mais acentuado. É claro que, da mesma forma que as focas aprendem a segurar bolas na ponta do nariz, o eu também devo ser capaz de cumprir os mínimos para poder ser visto como um membro válido desta imensa sociedade em que vivemos. Trabalho, essas coisas. Mas isso, é a foca a segurar a bola. Porque se a foca não segurar a bola, não tem utilidade no grande circo do mundo. Eu sou, a mesma coisa. Por isso, seguro a bola, como uma foca, como um macaco amestrado. E faço-o enquanto sei que a vida é muito mais, infinitamente mais, e tudo o que fazemos de uma forma amestrada, apenas nos leva a perder tempo em relação ao que é verdadeiramente essencial.

Na vida, para mim, só existe uma coisa verdadeiramente essencial: viver.
Viver implica amar, estar apaixonado por mulheres e pela vida, implica ser ousado, corajoso, criativo, não acreditar nas fronteiras que toda a vida nos põem à frente, viver implica, como dizia hoje a uma amiga, fazer o que não se está preparado para fazer, errar, aprender, incorporar tudo no teu ser, porque o teu ser é IMENSO, e toda a tua vida tentam reduzir o teu ser a biologia e a uma alma, e reduzem essa alma a uma religião. O teu ser é total. A luz não vem de uma religião. Vem do Sol e da Lua e das Estrelas, e do Amor, e da Paixão, e dos Sorrisos, e dos Afectos. Esse é o campo do Ser. O campo por explorar é o do ser. Não é o que nos mostram. Não é que nos dizem “é assim”, e depois colocam pipocas e tv’s enormes à frente para que acredites que realmente deve ser, porque já é bom não se sentir mal.
Erro. Não é bom sentir-se mal. Mas o objectivo é sentir-se vivo.
Infinitamente vivo. E isso implica milagres, momentos inesquecíveis,
Amanheceres mágicos, e implica momentos muito difíceis, de uma grande solidão.

Eu sou um homem de 30 anos que acredita nisto. E no meio de tudo, de todas as coisas, aquilo que te vou ensinar sempre, é a seres tu própria.
Seja qual for o preço. É a única forma de viver. É a única forma de compreender a morte. É a única forma de ser digno do milagre de existir. Não existe outra…

publicado por fartodotrabalho às 12:18
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2006

O Que Procuro?

Free Image Hosting at www.ImageShack.us



Foto - Flyer da Estação da Luz



No sábado a noite, ou melhor no domingo já de madrugada, a caminho de casa,
dou por mim a pensar



- Que faço eu na noite?

- Que Procuro?

- Que me faz falta?



Eu sei as respostas todas para estas perguntas

Hoje faço a mim mesmo uma que não sei responder



- Porque é que cada vez que eu tenho um problema num relacionamento a
primeira atitude é ir para sair na noite?... Será um subterfúgio? Não
sei....

Gostava de saber a vossa opinião, talvez eu assim consiga-me compreender
melhor....


publicado por fartodotrabalho às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Domingo, 22 de Janeiro de 2006

Mais um Fim de semana

Image Hosted by ImageShack.us



Foto - Flyer da Estação da Luz
Pois porque a foto de um flyer de uma discoteca no meu Blog?
1.º È um dos Locais que eu Frequento
2.º Estive lá este fim de semana
Sabado - Um fim de semana louco...Jantar de "gajos"...30 gajos sentados a mesa...Imaginem, aniversário do Pyskas...Foi excelente
Depois fui dar um beijinho a Patricia, e acabei por conhecer o meu idolo desde puto, tentem descobrir quem é....Eu achei-o impecavel....Ouvir a Musica deles com quem a toca foi excelente adorei...

"Em qualquer dia
A qualquer hora
Vou estoirar
P'ra sempre
Mas entretanto
Enquanto tu duras
Tu pões-me
Tão quente

Já sei que vou arder na tua fogueira
Mas será sempre sempre à minha maneira
E as forças que me empurram
E os murros que me esmurram
Só me farão lutar
À minha maneira "

Para não variar muito a noite acabou na Estação da Luz ja era quase de manhã...
Aproveito para Mandar um Beijo a Patricia e um Abraço ao Pyskas que este dia se repita por muitos mais anos

publicado por fartodotrabalho às 20:17
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2006

Procura-se um amiga

Não precisa ser mulher, basta ser humana, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganada, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja pura, nem que seja todo impura, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amiga. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se uma amiga para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamada de amiga. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amiao para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de uma amiga que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem uma amiga. Precisa-se de uma amiga para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.



Vinicius de Morais

Este texto recebi-o ontem por Mail de uma AMIGA, que se está a tornar uma GRANDE AMIGA

publicado por fartodotrabalho às 08:29
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006

Fiz Obras na Casa

Fiz Obras na casa…Remodelaram-me o Cantinho…Obrigada Deusa do Prazer….Eu acho que está excelente e Vocês?

publicado por fartodotrabalho às 09:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2006

Eu Preciso do teu Olhar

Olhaste para mim,
Eu fiquei sem reacção
Quando olhei nos teus olhos,
Bateu forte o coração.
Senti que alguma coisa
Naquele momento acontecia
Era como se eu sentisse,
Que já te conhecia.
Foi uma estranha emoção
Fez tremer meu corpo inteiro.
Será que dessa vez
Encontrei o amor verdadeiro?
Não queria me iludir
Nem tão pouco me apaixonar
Mas o brilho dos teus olhos
Tem o poder de encantar.
Fico sonhando acordado
Viajando no meu pensamento
Se não te tenho agora
Esperarei por esse momento.
Sei que um dia vais saber
Que precisa de alguém para ser feliz
E quando esse dia chegar
Eu estarei bem aqui
Em forma de felicidade
E com muito amor para te dar,
Eu só preciso da tua presença
E da força do teu olhar

publicado por fartodotrabalho às 10:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Engates recentes

. Near the end...

. Quando eu te falei em Amo...

. Outra vez natal...

. As coisas boas da Vida

. Quero-te aqui

. The Wall

. Ouvir o Silencio

. Eu vou...

. Cantas Comigo???

. Cadeira Horrível!!!

.Engates Passados

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.A música do fim de semana




.Número de Engates

financial advisor
financial advisor Counter